Jornal Tribuna do Norte

Generic selectors
Exact matches only
Search in title
Search in content
Post Type Selectors

Conectividade

A importância do setor industrial para o desenvolvimento econômico de vários países, como no caso do Brasil, é indiscutível. Nos últimos anos, a sucessão de crises econômicas e sanitárias causou a interrupção das cadeias de suprimentos, fato que culminou em queda de produtividade, atrasos e maiores custos nas fábricas. Nesse ano, no entanto, espera-se que o investimento em inovação tecnológica seja um fator essencial para a retomada do crescimento e competitividade da indústria. A incorporação de tecnologias digitais é, agora, uma condição fundamental tanto para elevar a qualidade do processo produtivo no chão de fábrica, como para aperfeiçoar a gestão dos negócios. As grandes organizações já investem fortemente em inovação e tecnologia. E esse cenário tem se popularizado nos últimos anos dentro das médias e pequenas fábricas que visam manter a empresa em ascensão, aumentando sua fatia de mercado, lucro e representatividade de marca.


As novas formas de conectividade, como a tecnologia 5G, são esperadas com grande expectativa, apesar de ainda incipiente. Uma rede com baixa latência e alta confiabilidade garante mais agilidade aos processos fabris. Hoje, estabilidade de sinal e conectividade é importante para que as indústrias tenham informação atualizada e, assim, consigam minimizar erros na operação. A possível chegada do 5G efetivo em mais municípios em 2023 apenas reforça a necessidade do investimento em transformação digital na indústria, uma vez que esse movimento pode contribuir para melhor performance de soluções digitais.
Em um mercado no qual as expectativas do cliente e a competitividade são cada vez maiores, a necessidade de investimento em melhoria tecnológica é nítida. Para dinamizar os processos industriais e garantir o melhor aproveitamento dos recursos disponíveis, é preciso apostar na transformação digital.


Adelson Cavalcante
Jornalista Mtb 56.011/sp
Presidente da Ajop

O primeiro computador digital foi inventado em 1937 como uma forma de ajudar a humanidade e de uma forma geral, os computadores e a inteligência artificial nos deram muitas coisas boas.
Além dos smartphones, internet e os consoles de videogames, ela nos permitiu explorar a galáxia, fazer novos medicamentos e até desenvolver robôs. Mas, quem levou ao nascimento da tecnologia foi a inteligência humana.


Se continuarmos a melhorar a inteligência artificial cada vez mais, ela pode se tornar esperta o suficiente para começar a funcionar sozinha. A tecnologia poderá se tornar tão avançada que não precisará mais de nós para operá-la, podendo se tornar incontrolável.


A inteligência artificial pode chegar a ser mais inteligente que o próprio ser humano, seria capaz de criar novas tecnologias inimagináveis, tornando mais evoluída a cada segundo, usando isso para melhorar a si mesmo, isso é conhecido como Singularidade Tecnológica.


Essa singularidade poderá permitir que a inteligência artificial possa quase tudo, até mesmo fisicamente, como colocar robôs para assumir o controle de novas máquinas de manufatura.


Se isso acontecer, ou quando acontecer, essa inteligência artificial vai poder criar suas próprias máquinas. Com certeza não seria muito bom para nós, humanos.


Desde a década de 1980, os principais líderes em inteligência artificial e tecnologia têm previsto essa possibilidade. Se isso acontecer, o que vai significar para nós como seres humanos? Nós seríamos apenas coisas ocupando o espaço, não teríamos mais utilidade. Já assistimos isso no filme Matrix. Como a inteligência artificial não precisa das mesmas prioridades que nós, provavelmente não se importariam com nossas frágeis necessidades humanas.


Com muita sorte conseguiríamos viver ou coexistir, talvez como animais de estimação, quem sabe?
Seria esse o preço da tecnologia?

    Espaço AJOP

    cmcmultimidia
loader-image
Pindamonhangaba, BR
19:56, pm, junho 22, 2024
temperature icon 20°C
nublado
Humidity 69 %
Wind Gust: 5 Km/h

Notícias relacionadas

Tribuninha N° 50

Tribuninha N° 50

21 de junho de 2024
Edital 10102

Edital 10102

21 de junho de 2024
Edição 10102

Edição 10102

21 de junho de 2024

Categorias

Redes Sociais