Jornal Tribuna do Norte

Generic selectors
Exact matches only
Search in title
Search in content
Post Type Selectors

Vamos cuidar dos nossos pés?

Dr. José Carlos Nogueira Junior, é Fisioterapeuta formado há 20 anos, possui especialização em Ortopedia e traumatologia, Osteopatia e Acupuntura. É sócio da Azzera Clínica, Clínica multidisciplinar em Pindamonhangaba

Nossos pés, a base que nos sustenta em posição bípede, a parte do corpo que nos leva de um lado ao outro, mas nem sempre recebe o cuidado que merece. As mulheres ainda têm um cuidado um pouco maior do que os homens, porém no quesito calçado, por vezes deixam a desejar. E te digo, você com certeza já sentiu ou conhece alguém que sentiu ou sente dor nos pés. Mas o que seria essa dor? De onde ela vem? Quais as causas das dores?

Vamos lá, várias são as causas de dor no pé, seja esta na sola, no dorso, no calcanhar, na parte de baixo perto dos dedos e cada uma tem sua causa e tratamento.

Na região inferior ou atrás do calcanhar, é muito comum a queixa de “esporão” calcâneo, que é uma formação de uma ponta óssea causada por impacto, seja por tração do tendão de Aquiles ou por uso de calçados que não amorteçam impacto. Mas, segundo sabemos, a dor gerada ocorre devido à compressão dos tecidos moles perto da ponta óssea, o que gera dor na fáscia. A fáscia plantar é uma faixa de tecido espesso, ligada à pele e com propriedades elásticas, capaz de esticar conforme a movimentação dos pés. A fascite plantar surge após repetitivos estresses na região da planta dos pés, causados por tensão da fáscia plantar, que levam a microtraumas neste tecido e inflamação da área.

Outra questão ortopédica comum dos pés é o Hálux Valgo, conhecida por Joanete. Ocorre um desvio da ponta do “Dedão” para o lado de dentro do pé, onde o segundo dedo acaba ficando sobre o Hálux. A causa mais comum do hálux valgo é o uso de calçados inadequados. A acomodação do antepé, em calçados cuja parte anterior é mais fechada ou triangular, produz a aproximação das cabeças dos metatarsianos e desvios lateral do hálux e medial do V artelho. A utilização de saltos altos tende a agravar essa situação, forçando cada vez mais o antepé contra a ponta do calçado.

Outro problema comumente encontrado é o Neuroma de Mórton, uma fibrose do tecido nervoso, chamado perineural, que acomete a região entre o 3º e o 4º dedo do pé, e ocorre principalmente em mulheres. Esta condição apresenta uma dor na região do dorso do pé que pode irradiar até a sola, perto do antepé, entre os dedos onde ele situa.

Mas não fique preocupado, em todos os casos citados acima, existe tratamento. O uso de órteses, como palmilhas feitas sob medida e calcanheiras, ajudam na diminuição do impacto sobre as estruturas; o uso de medicação anti-inflamatória ou analgésica prescrita pelo médico, podem ajudar no alívio da dor; o uso de calçados adequados, tanto no cotidiano quanto na prática esportiva, pode minimizar os problemas.

Enfim, ao primeiro sintoma, procure um especialista que pode ajudar a resolver seu problema. Cuide bem dos seus pés, olhe para aquele que o sustenta em pé e te leva para todos os lados.

loader-image
Pindamonhangaba, BR
13:02, pm, julho 19, 2024
temperature icon 21°C
nuvens dispersas
Humidity 60 %
Wind Gust: 0 Km/h

Notícias relacionadas

Tribuninha N° 54

Tribuninha N° 54

19 de julho de 2024
Edital 10115

Edital 10115

19 de julho de 2024
Edição 10115

Edição 10115

19 de julho de 2024

Categorias

Redes Sociais