Jornal Tribuna do Norte

Generic selectors
Exact matches only
Search in title
Search in content
Post Type Selectors

Tem pouco voluntário bom ou tem pouca gestão de voluntários?

As OSCs (Organizações da Sociedade Civil) são importantes na resposta às necessidades sociais em comunidades vulneráveis e a gestão de voluntários é um recurso importante para elas. No entanto, muitas OSCs não dão a devida atenção à capacitação e gerenciamento de voluntários. A falta de capacitação pode levar a uma má gestão dos voluntários e a problemas na execução das atividades.
Além disso, o gerenciamento inadequado pode levar à desmotivação dos voluntários e à perda deles.
E este é um caminho muito percorrido pelos voluntários, desestímulo, falta de gestão e desistência.
Para a OSC, sobra muitas vezes dizer que o voluntário não se compromete com o trabalho.


Pronto está criado um círculo vicioso, o voluntario some por falta de gestão ou a falta de gestão faz o voluntário sair. Humm
Eu ouso dizer que os dois e ainda aliado há um terceiro elemento, a falta de cultura e de estímulo na sociedade para o voluntariado real e verdadeiro.
E existe um voluntariado irreal?


Sim, existem alguns, como por exemplo: quando a OSC finge que o voluntário está lá e ele finge que vai; quando são empresas que tiram proveito do trabalho voluntário; quando o trabalho se restringe a doação de dinheiro, só para citar alguns.


A falta de cultura é nacional e se fala do voluntariado em momentos pontuais como uma notícia, felizmente na maioria dos casos boas, mas ainda assim uma notícia pontual, precisamos de deixar de ser notícia e ser assunto, de escola, de trabalho, de jornal, de influenciador, que seriam tão importantes se utilizassem sua influência para coisas boas como o voluntariado e não somente em insistir em vender coisas normalmente inúteis.


Que sonho bom esse, mas com possibilidades de ser real, visto que só depende de nosso esforço para isso acontecer, não basta só a vontade, tem que ter suor acoplado, pois dá trabalho mudar uma cultura ou criar uma nova, mas toda cultura é criada pelas pessoas, assim precisamos fazer crescer esse número de pessoa falando do assunto, mostrando seus exemplos e fazendo ele repercutir.


O voluntariado, insisto, é um caminho sem volta para a melhoria de nossa sociedade, através da mudança de comportamento das pessoas e com isso essas pessoas mudam a sociedade e a sociedade mudando, mudamos o mundo.


Para saber mais sobre voluntariado e participar de forma antecipada do lançamento da maior plataforma de voluntariado da américa latina, se inscreva na https://www.vol.org.br/plataforma.

Roberto Ravagnani é palestrante, jornalista, radialista e consultor. Voluntário como palhaço hospitalar há 17 anos,
fundador da ONG Canto Cidadão, consultor associado para o voluntariado da GIA Consultores para América Latina e sócio da empresa de consultoria Comunidea.

    Construindo cidadania

    cmcmultimidia
loader-image
Pindamonhangaba, BR
22:52, pm, junho 18, 2024
temperature icon 13°C
céu limpo
Humidity 94 %
Wind Gust: 0 Km/h

Notícias relacionadas

Edital 10099

Edital 10099

18 de junho de 2024
Edição 10099

Edição 10099

18 de junho de 2024

Categorias

Redes Sociais