Jornal Tribuna do Norte

Generic selectors
Exact matches only
Search in title
Search in content
Post Type Selectors

Papo Reto com Angélica Albano

Dra Angelica pretende fortalecer vários projetos que o Rotary já desenvolve em Pinda

Foto: Divulgação.

A coluna Papo Reto desta edição conversou com a advogada e administradora de empresas Angélica Albano, que desde 2015 está nos quadros da OAB de Pindamonhangaba.
A Dra Angélica é pós graduada em Direito Penal Econômico, Direito Público e em Direito Empresarial e no ano de 2010, foi candidata à vereadora por Pinda.

Membro do Conselho Municipal de Saúde de Pindamonhangaba e do Conselho Municipal da Pessoa com Deficiência representando a OAB em ambos, a advogada é também membro do Rotary Club de Pindamonhangaba e em 2021 passou a ser membro do Conselho Diretor do Rotary Club exercendo a função de Secretária.

No último dia 04 de julho, Dra Angélica assumiu a presidência no Rotary Club de Pindamonhangaba, para a gestão 2023-24, sob o lema de Rotary International: “Crie Esperança no Mundo”.

O símbolo do Rotary é uma roda rotária, na qual consiste em lembrar que todo o projeto iniciado deve ter sua continuidade nas gestões sucessoras. “Sendo assim permaneceremos com nossos projetos sociais já em andamento, em parceria com a Santa Casa de Misericórdia de Pindamonhangaba, fortaleceremos o programa de intercâmbio de jovens, buscaremos aumentar nossas quantidades de cadeiras de rodas para empréstimos a população e atuaremos na área de meio ambiente, diversidade, equidade e inclusão; bem como projeto nas escolas por intermédio do Interact, que hoje temos um clube dentro da Escola Estadual Ismênia Monteiro de Oliveira” salientou Angélica.

TN – Como você concilia sua carreira de advogada com o seu papel de presidente do Rotary Clube? Quais desafios você enfrenta nesse equilíbrio?


No Rotary, nós temos como premissa nos utilizarmos da nossa profissão como meio para o voluntariado. Então inicialmente venho aplicando a advocacia nos atos burocráticos do clube, principalmente os relacionados a documentação. Para conciliar a carreira com a presidência do clube, todos os associados precisam entender que a maior prioridade é a família, depois o trabalho e depois o Rotary, seguindo essa ordem temos um equilíbrio em todas as áreas da vida.
O maior desafio enfrentado nesse equilíbrio talvez seja o tempo para cuidado pessoal, uma vez que a advocacia demanda tempo de estudo para o trabalho, o voluntariado demanda tempo para “servir” e a família precisa ter o tempo de qualidade.

TN – Quais são as principais iniciativas e projetos desenvolvidos pelo Rotary Clube de Pindamonhangaba para beneficiar a comunidade local?


O Rotary Club de Pindamonhangaba, ao longo de seus 71 anos já desempenhou diversas ações em beneficio a sociedade e a comunidade local. Como de praxe atuamos com o empréstimo de cadeiras de rodas, atuamos em campanhas em parceria com o poder público e instituições que solicitam nosso suporte. Atuamos enfaticamente na campanha de vacinação pela erradicação da poliomielite, além de termos os programas de intercambio cultural.

TN – Como o Rotary Clube de Pindamonhangaba está envolvido em questões sociais e de responsabilidade social corporativa na região?


Existe um projeto de Rotary Internacional que se chama empresa cidadã e logo pretendemos trazer pra Pindamonhangaba, nele o Rotary atua em ações conjuntamente com as empresas locais.

TN – Quais são as principais parcerias que o Rotary Clube de Pindamonhangaba estabeleceu com outras organizações locais ou instituições governamentais para alcançar seus objetivos?


Atualmente nossos principais parceiros são a UniFunvic, Lar São Judas Tadeu e a Santa Casa de Misericórdia, mas para desempenhar nossas ações sociais atuamos em parcerias com diversas instituições que solicitam nosso apoio.

TN – Como o Rotary Clube de Pindamonhangaba promove a participação dos jovens e incentiva seu envolvimento em atividades comunitárias e de liderança?


O Rotary Club de Pindamonhangaba, possui como uma de suas comissões, a comissão Pro Juventude e Novas Gerações e contamos com um Interact Club, na escola Estadual Professora Ismênia Monteiro de Oliveira, nele os adolescentes possuem a mesma estrutura de Conselho Diretor que o Rotary Club e atribuímos a eles responsabilidades quanto ao voluntariado, bem como quanto ao companheirismo.

TN – Quais são suas metas e planos futuros como presidente do Rotary Clube de Pindamonhangaba?


Temos como metas, aumentar o quadro associativo do clube, ampliar a divulgação das ações do clube para conhecimento da comunidade, levar ao conhecimento de mais pessoas os programas de intercambio, adquirir mais cadeiras de rodas, desempenhar novos Projetos Humanitários, com os adolescentes e jovens, principalmente aqueles que excluídos da sociedade.

TN – Quais desafios você espera enfrentar e quais realizações espera alcançar durante seu mandato?


Os desafios que acredito enfrentar são aqueles ligados a diversidade, equidade e inclusão. Uma vez que o lema rotário de Rotary International, para esta gestão é “Crie Esperança no Mundo”, precisamos por intermédio deste tripé trazer a esperança para Pindamonhangaba e assim tratar de temas ligados as “ditas minorias” (que na verdade são a maioria), questões ambientais; tratar de suporte voltado para a juventude, para os idosos e para as pessoas com deficiência.

    Papo Reto

    cmcmultimidia
loader-image
Pindamonhangaba, BR
21:02, pm, junho 18, 2024
temperature icon 15°C
céu limpo
Humidity 88 %
Wind Gust: 0 Km/h

Notícias relacionadas

Edital 10099

Edital 10099

18 de junho de 2024
Edição 10099

Edição 10099

18 de junho de 2024

Categorias

Redes Sociais