Jornal Tribuna do Norte

Generic selectors
Exact matches only
Search in title
Search in content
Post Type Selectors

Feirinha da barganha

Maurício Cavalheiro ocupa a cadeira nº 30 da APL – Academia Pindamonhangabense de Letra

Claro, aqui está o texto organizado em parágrafos:

Ele era um homem bom, porém…

No aniversário do filho, apareceu com o embrulho que, pelo formato, evidenciava o conteúdo. O menino de oito anos há muito tempo sonhava com aquele presente. Sob os olhares da mãe, da irmã e meia dúzia de convidados, o rapazinho com o coração explodindo de felicidade desembrulhou a surpresa.

— Gostou, filho?
— Cadê as cordas, pai?
— Cordas? Pra que cordas?
— Ué, pra tocar.
— E desde quando você sabe tocar?

A esposa cochichou:
— Você comprou um violão usado?
— Comprei na feirinha da barganha. Uma pechincha. Tem alguns arranhõezinhos, faltam duas tarraxas, mas pra começar está ótimo. Depois faço cordas com linhas de anzol.

FEIRINHA DA BARGANHA

No aniversário da filha, chegou com a caixa enorme envolvida em papel rosa. A menina rapidamente desfez o embrulho.

— Pai, tá faltando uma perna.
— Não está, filha. Como sei que você é apaixonada por folclore, comprei a irmã do saci Pererê.

A esposa o levou para um canto da sala e rasgou o verbo.
— Você está de brincadeira. Uma boneca sem perna!? Comprou na barganha também? Você não tem vergonha?

No mês seguinte, fariam bodas de estanho. Ele prometeu que jantariam fora. No dia festivo ela se produziu, colocou o melhor vestido e o esperou. Ele chegou e mostrou um embrulhinho.

— Presentinho pra você. Durante o jantar eu lhe darei.

Imaginando ser um anel de brilhante, ela o cobriu de beijos, de abraços, se aproximou da porta e disse:

— Vamos?
— Vamos pra aonde?
— Jantar fora. Você prometeu.
— Sim. Prometi e vou cumprir. Consertei as luminárias do quintal, ajeitei a mesa e já encomendei a pizza. Daqui a pouco chega.

Ela só engoliu a decepção e a raiva porque estava ansiosa pelo anel. Depois de alguns pedaços de pizza e goles de refresco, ele entregou o embrulhinho. Assim que desembrulhou, ela gritou:

— Vazia? Uma caixinha vazia?
— Comprei na feirinha da barganha. Pra você guardar o anel que ganhou da sua avó. Assim você não perde mais ele.

Ficaram semanas incomunicáveis. Mas, no aniversário dele, depois de um sorriso sensual, ela quebrou o gelo:

— Comprei um presente pra você. Mas só vou dar depois que as crianças dormirem.

Durante o jantar, ele ficou imaginando uma noite inteira de prazer.

Assim que as crianças se recolheram, ele foi se banhar. Quando entrou no quarto, viu o presente sobre a cama: uma boneca inflável que a esposa esburacou com agulha de tricô. Adivinhe onde ela comprou.

    Proseando

    cmcmultimidia
loader-image
Pindamonhangaba, BR
18:21, pm, junho 22, 2024
temperature icon 20°C
nublado
Humidity 63 %
Wind Gust: 3 Km/h

Notícias relacionadas

Tribuninha N° 50

Tribuninha N° 50

21 de junho de 2024
Edital 10102

Edital 10102

21 de junho de 2024
Edição 10102

Edição 10102

21 de junho de 2024

Categorias

Redes Sociais