Jornal Tribuna do Norte

Generic selectors
Exact matches only
Search in title
Search in content
Post Type Selectors

’Domingo no Bosque’ vai oferecer diversas atrações à população

Divulgação. O ‘Domingo no Bosque’ é uma ótima alternativa de lazer para o fim de semana

O Bosque da Princesa recebe, neste domingo (23), o evento ‘Domingo no Bosque’. A atração é uma realização da Prefeitura de Pindamonhangaba, por meio da Secretaria de Cultura e Turismo, e vai reunir uma série de atividades gratuitas para a população.


Yoga, arteterapia inclusiva, dança circular, contação de histórias, intervenções circenses e show musical fazem parte da programação, que começa às 9 horas e segue até as 16h. a entrada é gratuita.

Programação Domingo no Bosque – 23 de abril

9h – Yoga, com Daya Shakti
10h – Arteterapia inclusiva, com Daya Shakti
10h30 – Dança circular – Focalizadora Bebel Morais
12h – Dj Marcelo Ratto
14h – Apresentação musical – Diego Danilo
16h – Contação de História “O segredo da chuva” – Severina Cia de Teatro

Yoga e Arteterapia Inclusiva ajudam na socialização de crianças com autismo
Uma importante ação incentivada pela Prefeitura de Pindamonhangaba vem contribuindo para a promoção de atividades inclusivas para crianças especiais. Até o próximo dia 13 de agosto, todos os domingos, o Bosque da Princesa receberá atividades de Yoga e Arteterapia Inclusiva.


A iniciativa recebeu o apoio da Secretaria de Meio Ambiente e é coordenada pela psicóloga e terapeuta Daniela Araújo. As atividades são realizadas tradicionalmente todo quarto domingo de cada mês (evento Domingo no Bosque), entretanto, no período de férias, as atividades foram expandidas para todos os domingos.


Um grande público vem sendo atraído para as atividades, entre elas as crianças portadoras do transtorno do espectro autista (TEA), em razão das atividades desenvolvidas no evento, dentre elas desenho e pintura, massinha de modelar, jogos de tabuleiro, contos de histórias e amarelinha. Além das crianças autistas, os eventos também vêm atraindo a presença de adolescentes com condições diversas, inclusive síndrome de down, depressão e transtornos de ansiedade.


“Nosso trabalho objetiva as crianças a se expressarem de forma livre e criativa, e também a desenvolverem suas habilidades sociais, como a interação com outras pessoas e a resolução de problemas”, afirmou Daniela “Daya”.


Marilene Rodrigues, responsável pelos menores Ayslan (4 anos) Benjamin (8 anos) aprovou a iniciativa. “Participar da arteterapia inclusiva, nos permitiu momentos especiais, estar no meio de outras famílias que sabem como é ser pais de filhos especiais, nos dá um sentimento de acolhimento e compreensão, permitindo deixar nossos filhos mais livres, sem medo de olhares, de pessoas que não compreendem. As crianças aproveitaram, brincaram, se divertiram”.


Segundo ela, todos os pais deveriam levar seus filhos, pois nesse caso, a união é uma ação importante, para que as crianças possam perceber que não são as únicas e que o processo de aceitação e convívio aconteça de forma natural, permitindo inclusive a troca de informações e experiências entre elas e pais ou responsáveis.

loader-image
Pindamonhangaba, BR
13:24, pm, junho 12, 2024
temperature icon 25°C
céu limpo
Humidity 47 %
Wind Gust: 0 Km/h

Notícias relacionadas

Categorias

Redes Sociais